28.6.17

FRANÇA e MACRON: Um País; Dois Sistemas

Macron caíu da alta finança no Governo socialista de Hollande, saltou do governo quando víu que o mesmo não tinha futuro, e, com a alta finança internacional e islâmica do petróleo a vender o produto, ganhou as eleições presidenciais e legislativas francesas.
O melhor candidato, o mais preparado, François Fillon, levou com estrondo, em cima da campanha, com "investigações" judiciais que, como era de prever, desapareceram totalmente dos media após as eleições!

Ou seja, a alta finança internacional e islâmica queimou Fillon, para o seu ponta de lança, Macron, ganhar!

Macron, e o seu conjunto de apoiantes e políticos aparecidos do nada, não têm suporte ideológico: move-os a argamassa do poder.
Daí não ser surpresa os casos de conflitos de ética que tombaram já cerca de meia dúzia de ministros...e muitos mais casos vão ocorrer.
Tal como aconteceu com Hollande há cinco anos ( que foi martelado pelos media como o milagreiro do fim da austeridade e combatente invencível anti Merkel...), também Macron vai ser um fiasco, um flop...
Para já, ficou enredado e dependente de Merkel.
Por outro, fez voz grossa contra a Polónia, Hungria e Eslováquia, qual micro-Napoleão, para levarem com os "refugiados" islâmicos, e consequentes matanças de inocentes.

Ora, como já esclarecemos, a França vive com dois sistemas legais, judiciais, administrativos, enfim, dois sistemas de Estado totalmente opostos.
E que fez/faz Macron perante isto? Nada: assobia para o lado e deixa a selvajaria islâmica à solta.
E quer obrigar outros a aceitar esta incongruência de consequências nefastas!
Com o aumento exponencial de população islâmica e de mais migrantes/refugiados, a França arrisca-se a ser o primeiro país dos carniceiros da "sharia" na Europa....a não ser que Marine ganhe daqui a cinco anos, o que se afigura cada vez mais possível.
Veja-se a receção triunfal em Amiens na fábrica da Whirlpool, enquanto Macron foi assobiado.
Entretanto, as vítimas da selvajaria islãmica da aplicação da "sharia" nem merecem uma vírgula dos media nem dos políticos...
Triste França....onde a maçonaria da, e desde, a Revolução Francesa te conduziu...

Etiquetas: , , , , , ,

26.6.17

As FAKE NEWS (NOTÍCIAS FALSAS) da Célebre CNN

Muito se falou de "fake news" nas eleições presidenciais EUA.
Curiosamente, os media culpavam os grupos de apoio a Trump de espalharem as tais notícias falsas.

Nada mais errado!

Quem inventou, e muito, notícias contra alguém foi a CNN de forma completamente tresloucada, em desespero, seguida pelos outros ""intocáveis"" dos media EUA: NYT; WP; LAT; CBS; NBC; ABC,,,etc,

Alguns desses factos anti Trump até convenceram muitos neurónios frágeis que era possível um...."impeachment"!
Só se fosse para rir à gargalhada...
Nos últimos tempos, foi a intromissão da Rússia/Putin nas eleições para Trump ganhar...
Só de inteligências fracas poderia ter surgido esta revelação...
Putin tratou Obama/Clinton como palhaços:

 anexação da Crimeia; anexação de facto do leste da Ucrânia; anexação de facto de regiões separatistas na Geórgia; intromissão no Médio Oriente....
Tudo com Obama/Hillary de braços cruzados..a olhar para a pré História!

Porque haveria Putin de querer outro Presidente, se a dupla Obama/Hillary o deixou expandir o império?

Depois de tanto baterem na mentira dura, incluindo a audição do ex.Diretor de FBI no Senado, vem agora a CNN (em descalabro de audiências por força do boicote do povo EUA..., que incluíu já seis despedimentos de figuras importantes...) reconhecer que ERROU,,,INVENTOU,,,QUIS DESTRUIR TRUMP...com fake news!

E vai rever toda a história inventada sobre a intromissão Russa na vitória de Trump

Etiquetas: , , ,

10.6.17

FRANÇA: UM PAÍS; DOIS SISTEMAS

Nos últimos anos, o islamismo é o "menino querido" da comunicação social no Ocidente.
Por mais atos selvagens, matanças em nome de ALLAHU AKBAR (ALÁ É GRANDE), as redações dos media, de forma sistemática, entram numa loucura demencial a inventar desculpas para os criminosos. E os insultos e calúnias de xenofobia, racismo, populismo, extrema direita e islamofobia são vomitados diariamente por quem desculpe e defende a barbárie!

Muitas selvajarias islâmicas são escondidas e censuradas.
Artigos de opinião e ""estudos"" fogem sempre à História de crimes, violência, destruição, ódios que são a essência do islamismo desde há 1400 anos!

A credibilidade de TVs, rádios, jornais bate no fundo do poço.
Felizmente, hoje há muitos meios de obter a VERDADE dos acontecimentos, das políticas, dos personagens, que vão desde o simples vídeo de telemóvel aos blogs, e jornais digitais.

A diferença entre a realidade e as notícias que nos vendem é aterradora.
Só uma muito boa informação nos permite saber com segurança o que se passa no Mundo.

Depois de muitas pesquisas e obtenção de dados concretos ( por exemplo, a tradução do AL QURAN para português..) iremos dar um contributo, pequeno é certo, mas indestrutível, inquestionável, e muito bem fundamentado para a defesa da civilização.

Voltemos ao título.
A França é o país da Europa com maior número de muçulmanos e dos mais antigos.Rondam os sete milhões.
Com os milhões do petróleo árabe ( enquanto os "irmãos" de outros países como Bangla Desh, Afeganistão, Mali, Somália, etc vivem na miséria..) construíram milhares de mesquitas de luxo e atuam diariamente acima da Lei: é frequante vermos fotos de centenas de muçulmanos ocupando ruas e avenidas virados para Meca, de joelhos e cara no chão, impedindo o normal trânsito de pessoas e veículos, sem que nada lhes aconteça.
As manifestações "espntâneas" surgem dariamente, sem pedido ou licença das autoridades competentes.

Mas o pior é a "cultura" e "civilização" que vão impondo.
HÁ CERCA DE NOVECENTOS BAIRROS OU PEQUENAS CIDADES ONDE NEM A POLICIA NEM OS BOMBEIROS SEQUER SÃO AUTORIZADOS A ENTRAR!.
Muito menos a justiça da Lei civil Francesa.
São as chamadas ""NO ENTRY ZONE""  ou ""NO GO ZONE"".
Aliás, também existentes nos outros países da Europa com muçulmanos.

Com "policias" islâmicos, a lei que aplicam é a SHARIA., ou seja, não há direitos de defesa em tribunal, (porque a palavra do homem (???) por exemplo, faz lei, a mulher é um ser inferior), ensino da matança do "infiel", do prémio das 72 virgens, da aceitação islâmica da pedofilia, poligamia, dos "crimes de honra", da violação de infiéis, ou seja, a barbárie no seu esplendor.

Pior ainda: das mais de mil associações islâmicas, há cerca de DUZENTAS QUE DEFENDEM PUBLICAMENTE A MATANÇA DE MULHERES À PEDRADA SE TIVEREM RELAÇÕES SEXUAIS ANTES OU FORA DO CASAMENTO!

Tudo isto sem que haja indignação das ""feministas"" ou ""progressistas"", na França e por esse mundo fora......

Além da China, a França é um país de dois sistemas: um, civilizado,  com fundamento nos Direitos Humanos, constitucional e cívico. Outro, baseado na SHARIA, que domina já milhões de cidadãos.
Mas ao saírem da zona SHARIA, os muçulmanos exigem os direitos constitucionais franceses!

A diferença entre as taxas de natalidade ( 7 ou 8 filhos por mulher muçulmana; à beira de 2 por mulher europeia), mais o contínuo fluxo de migrantes, vão aumentar as "no entry zone",  o ensino fanático e totalitário do islamismo, e os crimes contra inocentes, seja assaltos, violações ou assassínios.

Cada vez mais, a França será um país , dois sistemas....

até à vitória da barbárie?
Temos esperança que não. Os Franceses enfrentarão os crimes hediondos do islamismo, e ficarão cientes da necessidade de mudança radical.
Há já cerca de vinte milhões de Franceses que desejam essa mudança.
Estamos optimistas.

Etiquetas: , , , , , , ,

6.10.15

Eleições Legislativas 2015: Verdade Nua e Crua

Depois de terem falado os políticos, "analistas", "comentadores", "cientistas políticos(???)", em regra sem alterações de conteúdo, ou seja, com respeitinho pelo "politicamente correto", chegou a vez de dizer aquilo que deve ser dito principalmente quando não se quer ouvir.
Quer se queira quer não, o Governo+ PSD+CDS ganhou as eleições; e o PS/ António Costa perdeu.
Isto é o essencial, porque com todas as críticas ferozes à "austeridade" deste Governo, a verdade é que ficou em primeiro lugar em votos e deputados, apesar de nos últimos dias ter obtido sondagens mais favoráveis do que se verificou nos votos.
Mas podia ter ganho por maioria absoluta! Sem dúvida!
Porquê? 
Vamos tentar apontar os erros cometidos pela Coligação/Governo
Não disse a VERDADE aos portugueses em 2011: Ainda hoje não consigo encontrar fundamentos racionais para o medo que este Governo tinha/teve em falar na gestão ruinosa de Sócrates que levou o País à bancarrota e ao pedido de empréstimo de 78 MIL MILHÕES de €uros em 2011. Nos últimos meses, ao navegar por redes sociais, apercebia-me que a maior parte das pessoas nem sabia sequer que a troika tinha emprestado €€€€ a Portugal; pensavam que tinha sido chamada para tirar €€€ aos pobres e dar aos ricos! Isto, claro, fruto da propaganda da extrema - esquerda e dos aliados TVs,rádios e jornais. Extrema - esquerda que oficialmente ( ai de quem diga o contrário...) é chamada nos media de ...."à esquerda..."! Apenas uma percentagem relativamente pequena instruída (10%; 15% ?) sabia do empréstimo. Para dar força a esta "ignorância" do povo, o Governo/RTP convidou Sócrates para comentador....!!! Ora se Sócrates falava na RTP/Governo, é porque não tinha sido mau governante, e, portanto, essa treta da bancarrota e do pedido de empréstimo era tudo................exatamente......treta!
Inacreditável como se cometem erros políticos destes; pior que dar tiros nos pés.
O que a Coligação/Governo devia ter feito era uma declaração solene com dados concretos, números incontestáveis da bancarrota, dos juros, dos défices, das datas em que os €€€ iam definitivamente faltar e dos valores e das Entidades que nos emprestavam os €€€€ para evitar a bancarrota e consequências: falta de salários, reformas pensões, subsídios,despesas de hospitais, etc... , logo no início do mandato. E da necessidade absoluta de cumprir medidas duras, rigorosas, dolorosas, dramáticas que iam provocar pobreza para obter €€€ exatamente para salários, subsídios (desemprego; abonos de família, etc.) Explicar a VERDADE NUA E CRUA!
Mas não. Era o resgate..era o ajustamento, era a assistência era a emergência...sei lá   palavras ocas, abstratas..  tudo menos a verdade nua e crua. 
Sabendo os portugueses a verdade nua e crua em 2011, era muito fácil ao Governo/Coligação agora, em 1015, dizer: sim, foi doloroso, difícil, criou problemas, pobreza, mas........conseguimos! derrotámos a bancarrota! E os portugueses iam ter total confiança nesta coligação e na continuação da recuperação económica!
Paulo Portas e o CDS ainda afloravam de vez em quando esta estratégia; mas por qualquer motivo....não faço ideia.....ficava pelas entrelinhas. Sim, no fim do mandato, os elogios aos empresários e aos investimentos arriscados e ás exportações davam a entender que talvez a estratégia do CDS fosse, desde o início, a correta. Mas não foi a da Coligação/Governo.
2º Miguel Relvas: fartou-se de cometer erros atrás de erros! E não me refiro à licenciatura. Tinha como obsessão criar problemas a Portas, em vez de os criar à oposição. Numa situação de "emergência" financeira do País, com situações graves de situação económica, isto era paranóia pura. Mas não se deu por contente e...continuou. Meteu-se numa "reforma" administrativa autárquica que criou monstros burocráticos, distribuiu pessoas estreitamente ligadas ao PS por Gabinetes de membros do Governo ( claro, não iam dizer nada ao PS, iam ajudar o governo até à morte!) fugiu da investigação da corrupção socialista em grande escala nas autarquias (parcerias com Jorge Coelho?), enfim........o grande culpado da gigantesca derrota do PSD nas eleições autárquicas de 2013, que, obviamente, provocou danos na motivação e na sequência da governação.
3º Birrinhas: as birrinhas deste Governo/Coligação só provocaram hostilidades, ódios, juras de não votar "neles".... perda de milhares de votos e nada de útil e proveitoso ao País. Refiro-me ao corte das tolerâncias de ponto no carnaval, na época do Natal/fim de ano, alguns feriados, um regime totalitário-persecutório de roubar à grande nas coimas nas portagens (abriram os olhos e puseram os pés no chão...) enfim, parecia haver raiva contra os portugueses! Birrinhas que levaram à fuga de milhares de votos, não há dúvidas.
4º TVS,Rádios, jornais: nada de novo, já era de esperar e, portanto, a coligação devia estar prepara da para isto. Costa andou anos na TV do militante nº1 do PSD a fazer campanha ( sucedeu-lhe o miúdo desconhecido Presidente da CM de Lisboa já em campanha para ganhar em 2017, isto debaixo do nariz do militante nº 1 do PSD...), a TVI, DN,JNoticias, Público foram autênticas máquinas de marketing do PS, os telejornais começavam quase sempre com as contestações ao Governo ( na era Sócrates/PS era o contrário, começavam com propaganda do governo de então) e, last but not the least, o Governo/RTP colocam o Sócrates a convencer os portugueses que nunca houve bancarrota ( essa história de provocar confusão com várias chefias a falar é pura fantasia: para o povo, é tudo PS, não querem saber de fações ou sensibilidades.

Passemos, agora, aos outros Partidos. É fácil.

PS: Partido sem responsabilidade política nem sentido de Estado nem coluna vertebral, vocacionado para os negociatas à custa do Estado (basta olhar para os milhões que Sócrates "ganhou" e para a corrupção na Câmara de Lisboa...), não conseguiu deitar as mãos ao aparelho de Estado. Consequência lógica: é necessário um líder que coloque o partido no poder para "ganhar" os milhões. Começou a época das facadas uns aos outros. Nada de especial.

BE: Um grande "vencedor"! Diz toda a gente. 
Nada disso. Estes votos são meteoros que vão desaparecer. O BE ganhou à custa do Syriza, ou melhor, à custa da intoxicação provocada pelas TVs com a vitória do Syriza na Grécia. As TVs entraram numa euforia infinita: ia acabar a austeridade, a Merkel era pior que todos os diabos, não iam pagar as dívidas, mas os credores eram obrigados a emprestar. Durante semanas, eram dezenas de minutos a abrir as notícias com este paraíso que o Syriza ia iniciar na Grécia e alastrar por toda a UE. PS, Hollande e nem sei quem mais alinharam.....
Depois, caiu com estrondo a realidade: os €€€ saíam a toda a pressa, bancos fechados, levantamentos reduzidos a SESSENTA €UROS depois ainda menos. Fome...miséria..falta de € para reformados, desempregados, hospitais, etc...etc... AH , mas estas notícias ficavam para o fim, em poucos segundos, a toda a pressa, se possível inventando desculpas para o Syriza.. Tsipras, ambicioso, agarrado ao poder, deu dezenas de saltos mortais com piruetas......... e lá foi estender a mão e pedir €€€ para evitar a morte de milhares de seres humanos à fome e na miséria.
Syriza tornou-se numa palavra maldita. 
As fotos do Louçã com o Tsipras arderam. Nunca mais foram publicadas!!!  TVs, nunca, mas nunca mais....Não esquecer que os "media" são imparciais... e objetivos.
Mas a intoxicação gigantesca deixara milhares............intoxicados...e lá foram votar no Syriza/BE.
Nas próximas eleições autárquicas, o BE vai voltar a desaparecer....ponto final parágrafo!

PCP: nada de novo: idosos intoxicados pelo MFA/PCP e jagunços; mais os "jovens" intoxicados pelos professores dos sindicatos comunistas. Cuba é um paraíso, sabiam?
Estaline nem moscas matava: apenas "controverso" ( como disse a TVI há dias e merecerá um post...). Sendo assim...enfim, coitadinhos destes jovens e de..........Portugal!

Etiquetas: , ,

14.9.15

OS REFUGIADOS E ERDOGAN: O OTOMANO NAZI DO SÉC XXI

Todos nós sabemos que a comunicação social do Ocidente, e de Portugal mais ainda, têm as redações controladas pelos lobbies da corrupção, negociatas e vigarices maçónicas, da barbárie jacobina, com uma tresloucada preocupação em esconder, abafar, silenciar, censurar a selvajaria islâmica, e, de vez em quando, a selvajaria comunista.
Se alguém, num programa direto de TV ou rádio, tiver a coragem de dizer a verdade sobre a selvajaria dos carniceiros islâmicos é certo que nos resumos dos programas ou dos noticiários essa VERDADE é censurada e, pior, convertida em críticas aos países do Ocidente.
Já presenciei situações várias deste tipo nas TVs (em especial na SIC, mas também, obviamente, na RTP e TVI).
Vem isto a propósito do "drama dos refugiados" que assolam a Europa.
São refugiados de guerras e/ou de regimes de carniceiros islâmicos, sejam os talibãs Afegãos, Sírios, Iraquianos, Sudaneses, etc.
São seres humanos que fogem da barbárie, da fome, da miséria, da destruição, da morte que a ganância, selvajaria e podridão islâmica provocam nos seus países.
Merecem a nossa ajuda porque são seres humanos, porque um dia poderemos estar na mesma situação e, essencialmente, porque, na grande maioria dos casos, são pessoas simples, humildes obrigadas a fugir do desprezo, asco, e desdém dos donos da selvajaria islâmica.  
As imagens, numa praia turca, do pequeno Aylan Kurdi morto por afogamento, com mais outras dezenas ou centenas de crianças, veio dar um outro "acordar de consciências" ao mundo inteiro.
Deixou de se falar em migrantes, e, com relutância, chamou-se a verdade: refugiados! Refugiado é aquele que é obrigado a fugir e isso implica considerar que os seus países são ninhos de víboras ou locais onde a morte espreita a todo o momento, ou seja, é obrigatório chamar essa verdade aos países islâmicos de origem....o que os "média" ocidentais odeiam!
Mas, lá está, a comunicação social do Ocidente...e de Portugal, em particular, tem vomitado as suas críticas contra países como Hungria, Macedónia, Áustria e até Alemanha  ( o "El Dorado" destes refugiados) e esquece, esconde, abafa, censura as notícias sobre o principal culpado da fuga destes milhões: a Turquia e o seu novo carniceiro otomano - ERDOGAN.
A maior parte dos refugiados são oriundos das zonas curdas da Síria, ou seja, de zonas que fazem fronteira com a Turquia. Mas a Turquia desde sempre odiou os Curdos (apesar de serem "irmãos muçulmanos").
Despreza a vida e condições em que os curdos vegetam.
Para isso, FECHOU AS FRONTEIRAS ENTRE A TURQUIA E A SÍRIA, e nem mesmo as selvajarias dos carniceiros do Estado Islâmico fez mudar de ideias o assassino Erdogan!
Resultado: os sírios podiam facilmente atravessar a fronteira Síria - Turquia, (como entre Portugal e Espanha) fugir dos bandalhos assassinos islâmicos que matam na Síria, e viver em campos de acolhimento que o imenso território turco pode acolher.
Mas não!
O assassino Erdogan (tão islâmico que ele é!!!) permanece impávido e rancoroso, com as fronteiras fechadas, obriga os refugiados a darem a volta pelo Mar Mediterrâneo e fugirem para a Grécia ( sendo que a Turquia fica muito mais perto, mesmo pelo mar!).
E assim, por causa desse desprezo NAZI pela vida humana, têm acontecido os naufrágios com milhares de mortos inocentes, incluindo as crianças.
Ouvem o assassino Erdogan lamentar-se? ou dar ordens para abrir as fronteiras? Claro que não! 
Ele nem sequer autorizava os aviões da coligação anti- Estado Islâmico a utilizar os aeroportos turcos, ali mesmo ao lado da barbárie do Califado Islâmico!!!
Ouvem a comunicação social do Ocidente, e de Portugal em particular, a explicar esta grave situação mesmo com mapas? Óbvio que não! Não se pode dizer a verdade sobre a selvajaria islâmica, muito menos contra o nazi Erdogan, "eleito" num país democrático!!!
Mas para ajudar os barcos da propaganda anti-judaica e anti-Israel que se dirigem para Gaza, isso o nazi-assassino-Erdogan já berra e enche de armas e sei lá que mais.
É isso mesmo: o ódio neo-nazi contra os Judeus.
Entretanto, caladinhos o assassino Erdogan e os amigos tácitos da barbárie islâmica nos media, continua o drama de milhares de seres humanos e os vómitos nazis de críticas aos países Europeus....

Etiquetas: , , , , , , , ,

7.6.13

Massacre de Tiananmen: 2013

Que as redações dos "media" são controladas pelos lobbies da corrupção esquerdista, da barbárie, da tirania jacobina já não restam quaisquer dúvidas.
Todos os dias há muitos exemplos destes nas TVs, rádios, jornais.
Com o dia 04 de junho, mais uma vez, se comprovou, de forma clamorosa, como os "jornalistas" censuram a selvajaria comunista e islâmica.
Em quatro de junho de 1989, o governo comunista chinês mandou tanques militares esmagarem literalmente os estudantes desarmados que protestavam de forma pacífica contra a corrupção e ditadura comunista chinesa, em vésperas da visita de Gorbatchov.
Houve mesmo estudantes esmagados...nas pernas, nos crâneos, em todo o corpo, imagens que ainda foi possivel ver antes da gigantesca censura do governo comunista chinês e das redações da maior parte dos "media" ocidentais.
As mães dos estudantes esmagados criaram o movimento:
"Mães de Tiananmen".
mas, como acontece com as "Madres de Blanco" (que se manifestam pelos filhos presos políticos nas masmorras comunistas cubanas ...) são praticamente ignoradas nos "media" ocidentais.
É a colaboração das redações dos media com a barbárie em todo o seu esplendor.
Neste quarto de junho de 2013 verificamos, mais uma vez, como a barbárie e a selvajaria comunista foram esquecidas, censuradas:
raramente se falou ou escreveu sobre o massacre.
Ou sobre o carniceiro-mor da massacre: Li Peng
É assim, com esta permanente intoxicação de mentira, de censura, do esconder da barbárie que a mesma barbárie, a tirania, a selvajaria, sejam comunistas ou islâmicas, são transformadas em, pasme-se, vítimas de uns quaisquer poderes inventados pela esquizofrenia esquerdista-maçónica dos "media".

Etiquetas: , , , , , ,

22.1.13

O Humanismo em Israel

Quando a classe dominante na cultura e nos "media" ( de tendência esquerdóide) fala do Estado de Israel, normalmente, destila ódio  (neo-nazismo do séc XXI).
Fruto das frustrações e raivinhas dos autores, têm também como alvo os Estados Unidos da América; ou melhor, servem-se de Israel para atingir os USA.
Tudo porque se criaram e desenvolveram em ambientes "culturais" arcaicos, retrógrados, defensores da barbárie e da selvajaria neo -nazi.
Esta notícia desmascara definitivamente o embuste neo-nazi dos inimigos de Israel.
No mesmo hospital judeu, no Norte da Galileia, no mesmo dia, nasceram quatro pares de gémeos:
-dois de casais muçulmanos;
-um de casal árabe cristão;
-outro de casal judeu.
A prova indesmentível da liberdade e qualidade de vida dos árabes muçulmanos no "Estado Judaico"...como os papagaios neo-nazis gostam de chamar, cinicamente, a Israel.

Etiquetas: , , , , ,

24.11.12

Prémio SAKHAROV-2012

De um modo geral, os Prémios SAKHAROV do Parlamento Europeu não têm a força mediática que merecem.
Isto deve-se, sem dúvida, ao nome do prémio.
Leva as pessoas a procurar saber quem foi Sakharov....e à barbárie da tirania URSS.
Este ano de 2012, o Parlamento Europeu decidiu - e muito bem!- atribuir o prémio a dois ativistas dos Direitos Humanos no Irão.
Muita vez criticamos o jornal. Agora, está de parabéns. Em contrapartida, as redações dos outros "media" portugueses deviam ter vergonha.
Para não ter que dizer as verdades sobre a selvajaria islâmica, pura e simplesmente quase ignoraram a a concessão do Prémio.
Eram as duas selvajarias atuais que tinham que ser desmascaradas: stalinista e islâmica.
E isso é tabu para as redações da "comunicação social" portuguesa e muita europeia.
Os lobbies da corrupção esquerdista, da maçonaria jacobina, do desprezo profundo pelos Direitos Humanos e pelos Seres Humanos mais vulneráveis censuram, omitem, escondem, abafam as selvajarias mais execráveis. 

Etiquetas: , , , , , , ,

30.8.12

A RTP Dá Lucro (II)

 A esquerda é mestre em mentiras.
A RTP histericamente é especialista na matéria, como provamos no post anterior.
Agora, soube-se que os "intocáveis" da RTP já tinham elaborado Orçamento para 2013 em que...
Mas não esqueçam: a RTP dá lucro... 

Etiquetas: , , , , , ,

27.8.12

A RTP Dá Lucro...

A RTP é assunto do momento.
Nos dias seguintes à entrevista de António Borges, a esquerda (incluindo o PS, claro) entrou em histeria e fartou-se de grunhir em defesa do "serviço público" de Televisão.
E até "eminentes" constitucionalistas vieram a público garanir que a "concessão" era inconstitucional...
Ora, então, vejamos o que diz o artº 38º da Constituição de 02 de Abril de 1976:
"O Estado assegura a existência e o funcionamento de um serviço público de rádio e de televisão"(nº 5).
E no nº 6
"A estrutura e funcionamento dos meios de comunicação social do setor público devem salvaguardar a sua independência  perante o Governo, a Administração e os demais poderes públicos, bem como assegurar a possibilidade de expressão e confronto das diversas correntes de opinião"
Ora parece óbvio que o assegurar do "Serviço Público"  não implica necessariamente a propriedade e a gestão do canal respetivo.
Pode muito bem ser assegurado por outro tipo de dominialidade.
Aliás, viu-se muito bem nos tempos de Guterres e Sócrates que a independência perante o Governo era uma verdadeira treta..
A causa dos gritos histéricos da esquerda é a previsível perda dos lugares cativos dos seus moços de recados, da sectária programação quer na informação quer noutros programas...tudo feito à custa dos nossos impostos.
Vai uma prova?
No dia seguinte à entrevista de Borges, a RTP abriu o telejornal das 20.00h com o título:
 A RTP DÁ LUCRO!
Como? Pois, somando a taxa do audiovisual com as receitas de publicidade dava valores superiores à despesa corrente!
Fantástico!!!!
À custa dos nossos impostos... este ano já ultrapassam os 300 milhões de €uros.......?
Assim se faz demagogia suja, mentiras descaradas, desrespeito pelo contribuinte, paranóia autêntica, enfim, o oposto do "serviço público"!
Colaborou nesta palhaçada um tal de Costa diretor do DE, conhecido por ser porta voz da máfia socialista com experiência na maçonaria...
AH! E claro, não podemos esquecer os 57 carros de luxo da cambada do serviço público...
Afinal, nada disto é novo.
A esquerda sempre quis viver nos luxos capitalistas à custa dos impostos de quem trabalha......

Etiquetas: , , , , , , ,